Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cocó na fralda

Cocó na Fralda

Peripécias, pilhérias e parvoíces de meia dúzia de alminhas (e um cão).

Dia do pai

Tenho muita pena. Muita, muita pena. Hoje, se não fosse o meu Ricardo, que é o pai mais extraordinário que conheço, acho que me enfiava na cama a devorar bolachas. Ainda assim, e apesar da alegria de ter visto os meus pequeninos a entregarem os seus presentes feitos à mão ao seu querido pai, espero que este dia passe depressa. Muito depressa. O meu coração, hoje, está um bocadinho amarrotado. Felizmente tenho três entrevistas durante a tarde, que não me vão deixar pensar mais no assunto.

Comentar:

CorretorEmoji

Notificações de respostas serão enviadas por e-mail.

Este blog tem comentários moderados.