Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cocó na fralda

Cocó na Fralda

Peripécias, pilhérias e parvoíces de meia dúzia de alminhas (e um cão).

A Associação Portuguesa de Apoio à Mulher com Cancro da Mama (APAMCM)

Cancro. Cancro. Cancro. 

Estou farta desta palavra, de tudo o que ela representa, de todo o medo, dor, sofrimento que traz. Da morte, que por vezes também traz consigo. E leva aqueles que amamos. E que não queremos perder.

A minha mãe já teve cancro. Felizmente safou-se. Tenho uma grande amiga que teve uma espécie absolutamente mortífera de cancro e felizmente salvou-se. Mas já vi partir muita gente. Às vezes cedo demais. Disparate. É sempre cedo demais para ver partir aqueles que amamos. 

Por tudo isto, hoje quero falar-vos de uma associação que faz um trabalho incrível. Confesso que já conhecia de ouvir falar mas que fiquei supreendida com tudo o está por trás. E fiquei cheia de vontade de contar ao mundo o trabalho que ali é feito, não só porque é mesmo interessante e útil, como também porque acho que não está suficientemente divulgado e enaltecido. 

O que é, então, a APAMCM?

A Associação Portuguesa de Apoio à Mulher com Cancro da Mama (APAMCM) é uma IPSS com fins de saúde, sem fins lucrativos e de utilidade pública, registada na Entidade Reguladora da Saúde (ERS), e que há 16 anos dá especial atenção ao diagnóstico precoce em oncologia, em especial na mulher.

A APAMCM situa-se em Lisboa, no Campo de Santa Clara junto ao Hospital da Marinha, e centra-se em torno de uma missão essencial: prestar cuidados de medicina preventiva, curativa e de reabilitação e assistência medicamentosa a utentes com doença oncológica, nomeadamente mamária e ginecológica, e a toda a população.

Ou seja: apesar de se focar no cancro da mama, a APAMCM presta outros cuidados de saúde, a um preço absolutamente simbólico. 

Disponibiliza para o efeito, um grupo de profissionais de saúde altamente qualificados que se regem pelos seguintes valores: responsabilidade social, excelência, inovação, persistência, ética e enfoque no doente.

A oferta clínica da APAMCM é prestada através da sua unidade privada de saúde – AMAVITA Clínica – e foi organizada de forma a apoiar e providenciar, a satisfação das necessidades dos utentes na medida dos seus recursos e de forma equitativa.

Esta oferta compreende:

CONSULTAS: Medicina geral e familiar; Senologia; Ginecologia; Obstetrícia; Dermato-venereologia; Patologia vulvar; Fisiatria; Mesoterapia clínica; Psicologia; Nutrição e dietética.

SERVIÇO DE MEDICINA FÍSICA E DE REABILITAÇÃO com especial dedicação a: Reabilitação pós-cirurgia do cancro da mama e de outras cirurgias; Prevenção e tratamento do Linfedema; Reabilitação status pós AVC; Tratamento de doenças reumatológicas; Tratamento pós fraturas e traumatismos; Tratamento de contraturas musculares, articulares e tendinites; Fisioterapia no desporto; Fisioterapia respiratória; Fisioterapia pediátrica e Ginástica pré e pós-parto.

MEIOS COMPLEMENTARES DE DIAGNÓSTICO E TERAPÊUTICA: Ecografia mamária e ginecológica; Colposcopia; Pequenas cirurgias (biopsia cutânea; curetagem de lesões benignas; excisão de pequenos tumores benignos); Citologias.

 

Perante a necessidade de internamento cirúrgico ou da utilização de outras especialidades médicas, o utente é encaminhado, de forma célere, para uma unidade hospitalar pública ou privada, mediante os protocolos estabelecidos para o efeito. 

 

A APAMCM pode ajudar muita gente. Se as pessoas souberem da sua existência. 

A rapidez e a eficiência com que actuam são raras e preciosas. 

Em breve (mesmo muito em breve), vou revelar uma parceria, que também me envolve, e que vai poder ajudar esta associação a chegar ainda mais longe, a ajudar ainda mais pessoas a sobreviver a essa doença maldita chamada cancro. 

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.