Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cocó na fralda

Cocó na Fralda

Peripécias, pilhérias e parvoíces de meia dúzia de alminhas (e um cão).

A Maya foi-se. Ooooooh...

Há uma «bruxinha» nova na SIC. A Maya desandou para o CM TV (a televisão do Correio da Manhã, brevemente disponível no MEO) e agora está lá outra senhora, Maria Helena, com um ar muito fofinho de avó que cheira a bolinhos de manteiga. Tem mesmo ar de boa pessoa mas ainda está um bocadinho aos papéis, não tanto com os astros mas mais com as cenas técnicas da televisão. Quando a realização lhe fala ao ouvido, através do auricular, ela coitadinha frita completamente. E nunca sabe se há-de falar, sorrir ou calar-se, de maneira que por vezes proporciona momentos de vergonha alheia - dá vontade de ir lá ajudar a senhora.

Eu pessoalmente gostava mais da Maya. Era mais divertido. Era impagável ver a Maya a desancar nas espectadoras, a dizer aquele «minha querida» que, na verdade, queria mais dizer «minha grande otária», assim um tom acre e irritado sempre que a querida espectadora perguntava mais do que devia ou argumentava contra os astros ou se mostrava demasiado fraca para o gosto da taróloga. Também gostava do tom absolutamente certo como ela afirmava que o marido de uma andava a pular a cerca, que a outra estava com uma depressão, e que a namorada do filho da seguinte era uma realíssima cabra.
Esta é muito queridinha e não se estica em demasia. E, assim sendo, acho que perdi um programa humorístico matinal.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.