Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cocó na fralda

Cocó na Fralda

Peripécias, pilhérias e parvoíces de meia dúzia de alminhas (e um cão).

Ah grande vaca!

Fui finalmente buscar o resultado das minhas biópsias ao estômago. E além das lesões provocadas por uma gastrite crónica descobriram que mora lá dentro a estúpida da bactéria helicobacter pylori. Mas quem é que lhe deu autorização para viver em mim? E a renda? Ele é comida e dormida e pagamento... viste-o. Está mal.
Já sei que esta bicha vive em 2/3 da população mundial, por isso não sou propriamente original. Mas, como boa hipocondríaca que sou, também já sei que é um animal carcinógeno, e por isso tenho de lhe dar luta. Quarta-feira vou ao médico, a ver que medidas tomamos para exterminar esta parvalhona intrometida.

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.