Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cocó na fralda

Cocó na Fralda

Peripécias, pilhérias e parvoíces de meia dúzia de alminhas (e um cão).

Auch!

Afinal, na semana passada o meu querido médico não me fez o toque. Foi mais uma festinha ao meu períneo. Ontem sim. Houve um momento em que julguei que me ia tirar as amígdalas por baixo... A parte mais impressionante foi quando disse: "Estou a tocar na cabeça dela". Eeeeeerrr... Preferia não saber, preferia não saber, socorrrrrrro! Enquanto isso, esta amiga trepava pela marquesa acima, num silêncio digno mas sinceramente à rasca.
Hoje os planas são: andar, andar, andar. E à tarde... mais um toque, a ver se o colo, que está molinho, decide começar a abrir. E amanhã tudo de novo. Entretanto as contracções começaram, irregulares ainda, mas já é um princípio. Dormir é que... nada. Ontem acordei às 4.30 e não tornei a pregar olho. Hoje acordei às 3 e escrevo este post às 5. Ridículo.
E, sim, consegui estar presente nas duas festas dos meus meninos. Ontem o Martim fez a sua exibição, todo orgulhoso e sempre a dizer adeus à família babada na assistência. Ufff! Confesso que no final até fiquei comovida, quando pensei: Consegui, pá!
Já temos os presentes que a Madalena vai oferecer aos irmãos embrulhados, a minha irmã já foi a uma loja Bagatela comprar um saco de brinquedos pequeninos de 1,80€ cada, para que os visitantes na maternidade "ofereçam" presentes aos dois rapazes. Assim, o dia do nascimento da irmã será lembrado como um dia de festa também para eles. Quando o Martim nasceu fizemos isso ao Manel e deu um resultadão. Aconselho vivamente.
Até lá, vou caminhar pelas ruas de Lisboa, arfando e arrastando-me. Se me virem (sou uma bola com pernas) digam adeus que eu respondo, qual "senhor do adeus". Isto se ainda conseguir mexer o bracinho.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.