Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cocó na fralda

Cocó na Fralda

Peripécias, pilhérias e parvoíces de meia dúzia de alminhas (e um cão).

Eu devia ter calculado...

Ontem, no meio de um dia louco com muitas entrevistas, combinei um encontro num centro comercial. Grande. Depois da entrevista, deu para passear um bocadinho. Entrei em imensas lojas. De gente grande e de gente pequena. Tive casaquinhos às bolinhas nas mãos (eu a-do-ro padrões às bolinhas), tive t-shirts giríssimas diante do nariz, e vestidinhos e sapatos e coisas várias, de menino e de menina. E saí de todas as lojas de mãos a abanar. Não consegui comprar nada. Nadinha. Zero. Nem uma t-shirt gira que custava 5 euros. Pensei: mas que raio? O que se passa comigo?!
Hoje estou com arrepios e muito agoniada. Devo ter comido alguma coisa estragada ou tenho uma virose ou coisa assim. Eu devia ter calculado. Tanta incapacidade de consumir só podia ser doença.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.