Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cocó na fralda

Cocó na Fralda

Peripécias, pilhérias e parvoíces de meia dúzia de alminhas (e um cão).

Mada internada

Estas deitada, pardalita, na cama de grades que nao e a tua, e o soro no braco nao te deixa descansar. Eu dava tudo para dormir. Doi-me o corpo, que ver-te a debateres-te enquanto te picavam varias vezes, deu cabo de mim.
Estamos internadas, as duas, a alguns metros de casa. Ali em baixo, quase os podemos ver, estao os nossos rapazes. E nos aqui.
Descansa, bicha boa. Os manos ja ca estiveram com o pai, a avo, a tia Nana, os amigos Sonia e Nuno, e a madrinha esta sempre preocupada, ao telefone.
Tens muita gente que gosta de ti.
Fica boa depressa, para voltarmos para casa. Um hospital nao e sitio para criancas...
Se eu pudesse apanhar-te, vírus filho da mae... Ias ver como elas te mordiam!

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.