Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cocó na fralda

Cocó na Fralda

Peripécias, pilhérias e parvoíces de meia dúzia de alminhas (e um cão).

Mãe e filho


Gosto desta pintura.
Gosto muito de Klimt mas este "Mãe e Filho" chega mesmo a comover-me.
Os olhos fechados dela.
Os olhos fechados dele.
As mãos dela, protectoras.
A mão dele, pousada no peito dela.
As rosetas nas bochechas de ambos. Gosto de os imaginar rosados de muito rirem, depois de uma sessão de cócegas e beijinhos na barriga.
As mães e os filhos deviam ser sempre assim. Deviam poder dissolver-se assim. Fundir-se assim. A natureza da relação é essa. Pena que a vida às vezes desencaminhe a essência.

1 comentário

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.