Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cocó na fralda

Cocó na Fralda

Peripécias, pilhérias e parvoíces de meia dúzia de alminhas (e um cão).

Malefícios da Internet (ou serão benefícios?)

A Internet pode ser a nossa melhor amiga. Quase todos os dias agradeço a sua existência e já tenho dificuldade em lembrar-me como era ser jornalista antes de haver net. Mas também pode ser lixada. A saber:
De há uns tempos a esta parte, ando com comichões horríveis à noite. No corpo todo. Não durmo, coço-me. Depois, durante o dia, arrasto-me. Porque não dormi. Porque passei horas a coçar-me como se tivesse a cama infestada de pulgas.
Hoje decidi, então, pesquisar no Google (esse grande amigo): "Comichão na gravidez". E eis que me aparecem histórias de pessoas internadas, partos prematuros, bebés em risco. Porque as mães também começaram a coçar-se e, afinal, o que tinham não era nervoso miudinho nem pulgas. Era uma coisa chamada Colestase. Ao que parece, em alguns casos o bebé pressiona de tal modo o fígado que ele deixa de conseguir filtrar as porcarias como deve de ser. E vêm daí as comichões. E pode ser um perigo para o bebé. E, claro, já tenho a cabeça cheia de macaquinhos (a coçarem-se) e não sei se não vou ligar ao médico já amanhã.
A Internet é isto, também. Uma pessoa pesquisa e pronto: faz um diagnóstico. Sei de algumas pessoas que, depois de lerem o que eu li, chegariam ao hospital a dizer: «Senhor doutor, eu tenho colestase, se não se importa medique-me para eu poder ir à minha vidinha». Eu não vou tão longe. Mas que fiquei um bocado à rasca... isso fiquei. A ver vamos se a net me ajudou a descobrir que me coço porque o fígado está marado, ou se me assustou em vão porque, afinal, eu estou só... neurótica.


Ah, claro! Escusado será dizer que esta noite vou coçar-me muuuuuuuiiiiito mais que o costume. Porque é que eu não fiz a pesquisazinha só de manhã? Hum?

1 comentário

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.