Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cocó na fralda

Cocó na Fralda

Peripécias, pilhérias e parvoíces de meia dúzia de alminhas (e um cão).

Nova Iorque: dia 7

E pronto... chegou o último dia. Snif, snif, snif...

Além das voltinhas pelas ruas que ainda queríamos revisitar, fomos ao MoMa. 

IMG_9183.JPG

IMG_9185.JPG

IMG_9192.JPG

IMG_9195.JPG

IMG_9197.JPG

IMG_9200.JPG

 

Tal como disse no início, esta viagem chegou numa altura difícil. Impossível, diria. Estava marcada desde Fevereiro e chegámos a pensar desmarcá-la. Ainda bem que não o fizemos. Foi mesmo bom termos ido. Foi a melhor forma de sair um bocadinho de um novelo de tristeza que estava a consumir-nos. Nada como viajar, de facto. 

Agora estamos de volta, um ano novo aproxima-se, e a esperança em relação a um problema de saúde de um grande amigo é a nossa candeia para os próximos tempos. A dor da perda do meu Pedro continua cá e continuará até ao fim. Uns dias custa menos, outros dias custa mais. Mas parece que a vida é mesmo isto: perder umas pessoas, ganhar outras, ficar com feridas no coração e procurar nos que ficam - e que amamos e nos amam também - o consolo para as suportar. 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.