Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cocó na fralda

Cocó na Fralda

Peripécias, pilhérias e parvoíces de meia dúzia de alminhas (e um cão).

Porque o cancro da mama é real


Vejam este trabalho. O fotógrafo é David Jay. As mulheres são bravas sobreviventes do cancro da mama e posam com as suas feridas de guerra. Um grito de alerta. Por favor, não se esqueçam de fazer o auto-exame da mama. Isso, minhas caras, pode ser a diferença entre a vida e a morte. E, a partir dos 35 (creio), uma mamografia por ano, só para ver se não há por lá células armadas em parvas.

1 comentário

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.