Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cocó na fralda

Cocó na Fralda

Peripécias, pilhérias e parvoíces de meia dúzia de alminhas (e um cão).

Prova superada (mas ainda sob vigilância apertada)

Segunda-feira o bicho pesava exactamente o mesmo do que quando tinha saído do hospital: 2,735 kg. Ainda com as hormonas aos trambolhões e com leite para dar e vender, larguei a chorar. Não sou fundamentalista da amamentação (não sou fundamentalista de nada, na verdade), mas sempre amamentei até tarde e, apesar de não diabolizar os suplementos e muito menos quem os usa como apoio ou em exclusivo, estava mesmo a chatear-me ter de enfiar com leite de vaca no bucho do miúdo tendo ele ali a sua vaquinha particular ao dispor.
Hoje era o dia da consulta e ele tinha mesmo de ter engordado. Na sala de enfermagem, despi-o e pousei-o na balança: 2,820 kg. Em 4 dias engordou 85 gramas. Não é incrível mas é um bom começo. Agora temos até à próxima quarta-feira para provar que continuamos no bom caminho. Desculpa lá, pequeno mandrião, mas vou continuar a acordar-te de 2 em 2 horas e a despir-te e a molhar-te os pés sempre que adormeceres "ao serviço". Que isto não é só nascer, é preciso fazer pela vida. É bom que percebas isso já, que assim custa-te menos mais tarde. 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.