Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cocó na fralda

Cocó na Fralda

Peripécias, pilhérias e parvoíces de meia dúzia de alminhas (e um cão).

Que bicho é que lhe mordeu?

O meu priminho Miguel tem 9 anos está internado há uma semana. Ninguém sabe o que ele tem. Já lhe fizeram todo o tipo de análises e exames. Parece que tem um vírus, uma bactéria, uma merda qualquer, alojada algures. Fazem culturas, repetem, estudam. Põem a hipótese de ter sido um bicho que lhe mordeu. Um bicho entre a chinchila e o esquilo que os pais, depois de um verdadeiro massacre dos miúdos, compraram. O animalzito ferrou o miúdo, num dia em que ele o puxou, para que não se fosse enfiar debaixo de um móvel lá de casa. A minha prima, pelo sim pelo não, já o devolveu à loja. Hoje fui dar com ela na cafetaria do hospital, as lágrimas gordas nos olhos, prestes a desabar. "O pior é a dúvida... esta coisa de ninguém saber o que é que ele tem..."
Pois, faço ideia. Há coisas que não é preciso a gente sentir na pele para sentir na alma. Rápidas melhoras, Miguel. Vai correr tudo bem, malta.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.