Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cocó na fralda

Cocó na Fralda

Peripécias, pilhérias e parvoíces de meia dúzia de alminhas (e um cão).

Vamos ajudar a curar os seguros de saúde?

A DECO PROTESTE está neste momento com uma petição que já assinei e que gostava que todos assinassem. Trata-se de exigirmos uma cura para os seguros de saúde, que estão doentes. E estão doentes porquê? Porque deviam ser acessíveis a todos, independentemente da idade e do historial clínico de cada pessoa, e não são. A esmagadora maioria não aceita idosos ou pessoas com doenças já diagnosticadas. E isso é discriminar. E isso não é admissível. Os nossos pais veem as seguradoras fecharem as portas, as pessoas com problemas de saúde veem as apólices recusadas. 

Assim, a Deco pretende o fim das cláusulas discriminatórias dos seguros. Que acabe o limite de idade, que sejam seguros para a vida e sem pôr ninguém de lado, à beira do prato, porque tem defeito.

Se concordarem com isto, assinem a petição da Deco, AQUI. Com a nossa ajuda, a Deco vai pedir ao Parlamento Europeu que defina novas regras para esta área.

 

Entretanto, descobri que a própria Deco apresenta um seguro de Saúde, em parceria com a seguradora mutualista MGEN, sem restrições. As vantagens? Exatamente aquilo que defendem na petição:

- Sem exclusão de doença grave ou preexistente;
- Sem questionário médico ou declaração de saúde;
- Sem limite de idade na subscrição e na permanência;
- Períodos de carência reduzidos, incluindo para parto;

- Só o segurado pode terminar o contrato

 

Já assinei a petição e vou investigar melhor este seguro. Assinem também!

4.jpg

 

 

2 comentários

  • Sem imagem de perfil

    sara monteiro 18.07.2018

    Permita-me discordar!
    Há uns anos atrás, a minha médica de família reformou-se, e não me foi atribuído nenhum outro médico.
    No centro de saúde a que pertenço, há um programa - que não sei bem o nome e/ou os moldes - mas que basicamente quem não tem médico de família, é atendido pelo médico que lá estiver de "banco". Até aqui tudo muito bem.. mas quando quero marcar uma consulta, não posso só marcar, tenho que me deslocar ao centro de saúde bem cedo para marcar presença à porta - diria 6h30 - para poder ter vaga para ser atendida. Casei-me no ano passado, e tentei ficar com o médico de família do meu marido.. resposta: não estamos a aceitar novos utentes.
    A solução que me dão? Queres um médico de família? engravida... Mas isto é só ridículo..
    Tenho asma e preciso de novas receitas de 6 em 6 meses - já para não falar de outros problemas de saúde que possam surgir e que nos leve ir ao médico de familia como uma pessoa normal.. A minha solução até agora tem sido mesmo ir ao médico privado.
    Não duvido que o SNS seja bom, mas a mim nesta questão, tem-me falhado..
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.